Bumba-meu-boi do Maranhão será homenageado em Brasília
03/06/2017 - 14h49 em Novidades

Por iniciativa do deputado Hildo Rocha, a Câmara Federal irá realizar segunda-feira (05), 11 da manhã, Sessão Solene em Homenagem ao Bumba-meu-boi do Maranhão. O evento que será transmitido pela TV Câmara, pelo canal da Câmara no YouTube e também pela web Rádio Hildo Rocha, terá uma novidade: os ouvintes e telespectadores poderão interagir com o deputado Hildo Rocha, em tempo real, por meio do telefone 0800619619, mais um canal de comunicação que a Câmara coloca à disposição dos cidadãos e cidadãs que tenham interesse em comentar, fazer perguntas, críticas e apresentar sugestões.

 

Patrimônio Cultural do Brasil

No dia 30 de agosto de 2011, o Bumba-meu-boi do Maranhão foi elevado ao status de Patrimônio Cultural do Brasil. O reconhecimento, por parte do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) resultou de um intenso trabalho liderado pela então governadora do Maranhão, Roseana Sarney, que contou com o apoio da Comissão Interinstitucional de Trabalho, composta pela Superintendência Regional do Iphan; Superintendência do Iphan no Maranhão, Secretaria de Estado de Cultura; Fundação Municipal de Cultural; Comissão Maranhense de Folclore; Grupo de Pesquisa Religião e Cultura Popular da UFMA e representantes dos Grupos de Bumba-meu-boi dos Sotaques da Baixada, Matraca, Zabumba, Costa-de-mão, Orquestra e de Bois Alternativos.

 

O Bumba-meu-boi do Maranhão é uma celebração que congrega diversos bens culturais associados, divididos entre plano expressivo, composto pelas performances dramáticas, musicais e coreográficas, e o plano material, composto pelos artesanatos, como os bordados do boi, confecção de instrumentos musicais artesanais, entre outros. Em todo seu universo, destaca-se também a riqueza das tramas e personagens.

 

De um modo geral, o auto do Bumba-meu-boi é apresentado como a morte e a ressurreição de um boi especial. As apresentações cômicas são feitas com grande participação do público e são entremeadas por toadas curtas contando a história sobre um boi precioso e querido pelo seu amo e pelos vaqueiros. Pai Francisco, o escravo de confiança do patrão, mata e arranca a língua do boi para satisfazer os desejos de grávida de sua esposa, Mãe Catirina.

 

O crime de Pai Francisco é descoberto e por isso ele é perseguido pelos vaqueiros da fazenda, caboclos guerreiros e os índios. Quando preso, são infligidos terríveis castigos e, para não morrer, Pai Francisco se vê forçado a ressuscitar o animal. É quando o doutor entra em cena para ajudar a trazer à vida o boi precioso, que, ao voltar, urra. Todos, então, cantam e dançam em comemoração.

 

Profundamente enraizado no cristianismo e, em especial, no catolicismo popular, o Bumba-meu-boi envolve a devoção aos santos juninos São João, São Pedro e São Marçal. 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!